Sindicato dos Têxteis de São Paulo, Sindicato

dos Trabalhadores na Indústria de Fiação e Tecelagem de São Paulo, Caieiras e Mairiporã.

A história do nosso Sindicato foi construída pelo engajamneto de Grandes Lideranças, que jamais abdicaram de lutar em defesa da categoria.

Se hoje somos considerados uma entidade influente e com voz representativa no movimento sindical brasileiro, isto, então, deve-se a estes companheiros. Este mesmo exemplo é seguido e respeitado pela atual diretoria, que neste mandato tem deflagrado com competência a bandeira das conquistas percebidas em excelentes reajustes salariais, ampliação de serviços em nossa sede e importantes vitórias nas Campanhas Salariais.

Campanha Salárial 2018

Assembléia Geral Extraordinária, Vamoa Participar !!!

Manifesto Sobre a Crise !!!

Editorial

Considerando que o atual governo ilegitimo  propagava que seria melhor para o Brasil, argumentava que havia 14 milhões de desempregados por incapacidade do governo que lhe antecedeu… O presente governo veio com sua proposta revolucionária alegando que o país sairia imediatamente da crise com a recuperarão de milhões de desempregados, propagou também que seria necessário fazer as reformas, sendo que ao aprovar a reforma trabalhista, e usando os meios de comunicação  dizendo que o desemprego iria diminuir, não contente tentou ainda impor a reforma da previdência dizendo que seria a salvação do país. adotou uma politica de reajustes perversa dos combustíveis aonde os mesmo dispararam mais de 50%  em menos de 1 ano, enquanto a inflação medida beira em media 2% ao ano.diante desse quadro tenebroso podemos constatar que esse governo tornou- se incompetente e insensível com os trabalhadores,fazendo com que  direitos conquistados pelos trabalhadores e o movimento sindical  com muita luta durante décadas fossem jogados na lata do lixo.o desemprego encontra-se hoje na casa de 28 milhões (formais e informais) culminando com a atual crise  provocada pelos governantes. A CLT quando se trata dos direitos do trabalhador  foi rasgada e jogada fora , trazendo enormes prejuízos ao trabalhador e família gerando uma insegurança  trabalhista sem igual. A paralisação dos caminhoneiros e consequentemente o desabastecimento é apenas a constatação de uma realidade nacional,isto é, a crise nacional econômica e financeira.

Dia Internacional da Mulher ! Saiba como tudo começou.

A proposta do Dia Internacional da Mulher foi iniciada na virada do século XX, durante o processo de industrialização e expansão econômica, que levou a grandes protestos sobre as condições de trabalho. As mulheres empregadas em fábricas de vestuário têxtil foram protagonistas de um desses protestos em 08 de março de 1857 em Nova Iorque. O protesto requeria melhores condições de trabalho e salários mais altos. Porém o que levou mesmo a essa data ser comemorada mundialmente foi a tese do incêndio provocado na fábrica da Triangle Shirtwaist, que também ocorreu em Nova Iorque, em 25 de março de 1911. Foram registradas 146 mortes. Segundo relatos, cerca de 129 trabalhadoras foram trancadas e queimadas vivas. 

Companheira Marize participa da Conferência Mundial de Mulheres da Indústria nos dias 14, 15 e 16 de Setembro em Viena na Áustria.

Com apresentações e discussões sobre a saúde da mulher no trabalho, a importância de terem creches para abrigarem seus filhos enquanto trabalham, a extensão da licença maternidade remunerada para 180 dias em todos os países do mundo, de as mesmas terem um ambiente de trabalho saudável e seguro no qual não adoeçam. A mulher precisa de proteção legal, de avançar em sua educação, de serem amparadas em caso de vitima de abuso sexual. É preciso melhorar a proteção á mulher em todo mundo e os sindicatos é o caminho para se chegara bons resultados e enfim dar vida aos papéis.

Abrir caminhos as mulheres, que representam 50% da força de trabalho no mundo e sofrem violencia, assédio, nao tem equipamentos de saúde e segurança adaptados a sua anatomia feminina e por isto sofrem acidentes e adoecem. Tentar que o mundo do trabalho totalmente projetado para os homens venha adaptar-se e preparado para receber e entender as dificuldades e problemas das mulheres, mães, companheiras.

austria

FETRATEX com os Trabalhadores em Greve por Salários Dignos.

Sindicato Têxtil Contra a Terceirização do Trabalho

Em defesa do Direito ao Trabalho

Sindicato Têxtil Protesta Contra Invasão de
Produtos Chineses no Brasil

Não estão corrigindo o Saldo do Fundo de Garantia como determina a lei. A perda do saldo chega a 88,3%!

Rua: Oiapoque, 80 – Brás – São Paulo / SP

CEP 03004-020 – Tel:. 3313.4011- (Fax) 3313.3679

Email: texteis@uol.com.br

© 2013 Sindicato dos Têxteis do Estado de São Paulo – Todos Direitos Reservados .

Contador de Visitas


Fechar Menu